Menu

Ninfoplastia

por Dr. Luíz Flávio Cordeiro

Ninfoplastia

A vulva é o conjunto das estruturas externas do órgão sexual feminino. É formada pelos grandes e pequenos lábios, monte pubiano (púbis), clitóris, abertura uretral e introito vaginal. Essa estrutura varia, do ponto de vista da forma, de mulher para mulher.

A ninfoplastia, também conhecida como labioplastia e cirurgia íntima feminina, é um procedimento realizado pelos cirurgiões plásticos e ginecologistas para corrigir a hipertrofia dos pequenos lábios vaginais (ninfas), alteração anatômica que provoca uma assimetria ou um crescimento desproporcional dessas dobras, cuja função principal é proteger a entrada vaginal contra agentes infecciosos.

Na adolescência, as mudanças hormonais no corpo da mulher podem estimular um desenvolvimento acima do normal dos pequenos lábios, o que, de forma geral, causa problemas relacionados:

Existem dois principais tipos de hipertrofia: assimetria entre os pequenos lábios, ou seja, o crescimento desproporcional de um deles em relação ao outro, e o crescimento desproporcional de ambos quando comparados aos grandes lábios.

A ninfoplastia é realizada para corrigir essa desproporcionalidade e eliminar os problemas decorrentes dela.

Indicações

A ninfoplastia está indicada para mulheres que têm os pequenos lábios desproporcionais e enfrentam dificuldades em virtude dessa alteração.

No entanto, é fundamental a avaliação médica, pois o procedimento, embora seja estético, deve respeitar as diferenças que há entre as mulheres. A cirurgia deve ser bem indicada para que não ocorra outros problemas futuros.

Como é feita

A ninfoplastia pode ser associada a outras intervenções ou realizada de forma isolada.

O procedimento deve ser agendado para um período em que a mulher não esteja menstruada e não vá entrar nesse momento do ciclo logo após a cirurgia, pois o fluxo pode aumentar os riscos de infecção e dificultar a higiene.

A cirurgia é feita com sedação e tem duração aproximada de 1 hora.

Durante o procedimento, o cirurgião retira o excesso dos pequenos lábios e costura os cortes com fios cirúrgicos que são absorvidos pelo corpo, não havendo a necessidade de retirada dos pontos.

O excesso retirado deve respeitar a anatomia feminina. Algumas mulheres solicitam uma remoção excessiva dos pequenos lábios, entretanto as expectativas devem ser ajustadas, para que não haja maiores frustrações.

Recuperação (pós-operatório)

A ninfoplastia promove uma intervenção em uma área de alta sensibilidade no corpo feminino. Os cuidados pós-operatórios são fundamentais para evitar complicações.

A paciente deve manter repouso por cerca de três a sete dias antes de retomar suas atividades diárias. Recomenda-se que ela evite movimentos de atrito e fricção na região genital na maior parte do tempo.

Os exercícios físicos também devem ser evitados, pois geram impacto no local da cirurgia.

O principal cuidado deve ser com as relações sexuais, que devem ser evitadas por um período de 45 dias. Além de o local estar com a sensibilidade alterada, o impacto pode prejudicar a cicatrização e gerar complicações. É necessário que os cortes estejam totalmente cicatrizados para retomar as práticas sexuais.

A higiene também é importante. Não devem ser utilizados produtos específicos, apenas água e sabão neutro, para evitar reações na região e complicações.

Riscos

A ninfoplastia é uma cirurgia de baixa complexidade. O principal risco está relacionado à deiscência parcial da cicatriz e infecções locais. No entanto, trata-se de uma cirurgia, portanto o médico deve fazer uma avaliação detalhada da paciente antes do procedimento para reduzir a chance de complicações.

Compartilhar

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de
Acesse o nosso último post Pólipos endometriais: conheça os sintomas
Pré-agende sua consulta agora! Clique aqui