Menu

Ooforoplastia

por Dr. Luíz Flávio Cordeiro

Ooforoplastia

Ooforoplastia é o procedimento cirúrgico realizado para remover parcialmente o ovário, seja seu parênquima, sejam cistos, situações que estejam afetando a mulher e devam ser tratadas de forma conservadora, preservando o ovário. Trata-se de um procedimento de grande importância, pois permite o manejo de afecções ovarianas, permitindo a manutenção de sua função reprodutiva e hormonal.

A ooforoplastia difere-se da ooforectomia, que é a remoção total de um ou dos dois ovários, indicada em casos mais graves, levando-se em consideração as características e idade da paciente.

A avaliação individual da mulher é fundamental para a orientação do tratamento, pois cada caso tem suas particularidades.

Indicações da ooforoplastia

A ooforoplastia é indicada quando há presença de lesão em um ou nos dois ovários que precisa ser extraída, mas com características benignas, permitindo a manutenção do órgão, reduzindo repercussões futuras.

Essas lesões podem ter diferentes naturezas e devem ser investigadas de forma detalhada para indicação do melhor tratamento. Nem sempre é necessária a intervenção cirúrgica.

A principal indicação cirúrgica é a abordagem de afecções ovarianas com características benignas.

Os ovários são órgãos extremamente dinâmicos e essa particularidade deve ser considerada na indicação dos procedimentos, uma vez que, em algumas situações, a observação é permitida, prescindindo de uma intervenção cirúrgica. Tratamentos conservadores exigem uma grande cumplicidade e uma excelente interação médico-paciente.

Exames prévios

A indicação da ooforoplastia depende do diagnóstico. Para investigar as condições ovarianas da mulher, precisamos conhecer seu histórico e os sintomas que apresenta. A consulta é o momento ideal para isso. Com base nessas informações, podemos solicitar exames específicos:

O procedimento

A ooforoplastia é preferencialmente realizada por laparoscopia, cirurgia endoscópica minimamente invasiva, uma vez que esta técnica permite a realização do procedimento indicado, com inúmeros benefícios, relacionados à sua menor invasão, com menor dor no pós-operatório, sendo, pois, necessário um menor período de internação hospitalar, menor tempo de recuperação com uma retomada mais rápida às atividades habituais.

Na laparoscopia, por pequenas incisões abdominais, de no máximo 1 cm, são introduzidos o laparoscópio, ótica com microcâmera que permite a visualização das estruturas abdominais em alta resolução, e outros instrumentos específicos para a realização da cirurgia.

A laparoscopia é uma técnica cirúrgica avançada realizada sob anestesia geral que permite diversos tipos de intervenções sem grandes agressões ao corpo, com menores incisões, menor tempo de internação hospitalar e retomada mais rápido das atividades habituais.

Compartilhar

2
Deixe um comentário

1 Comentar tópicos
1 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
2 Autores de comentários
  Se inscrever  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Flávia da Silva

Olá! Fiz uma ooforoplastia pelo método laparotomia a dois meses e ainda sinto dor no ovário. Gostaria de saber se é normal e quanto tempo demora a cicatrização do ovário.

Dr. Luiz Flávio

Olá Flávia. A cirurgia realizada por laparotomia tem uma maior tempo de recuperação, por isso sempre estimulamos os médicos a aprenderem as técnicas minimamente invasivas. O tempo de recuperação varia de acordo com o procedimento realizado e a dor provavelmente é da mobilização necessária para realizar a cirurgia por essa técnica e não necessariamente do ovário.

Acesse o nosso último post Pólipos endometriais: conheça os sintomas
Pré-agende sua consulta agora! Clique aqui