Dr. Luiz Flávio | WhatsApp
Menu

Ooforectomia

por Dr. Luíz Flávio Cordeiro

Ooforectomia

Ooforectomia é o procedimento cirúrgico de remoção de um ou dos dois ovários (uni ou bilateral). Trata-se de uma intervenção radical, portanto é indicada apenas em casos graves de comprometimento dos ovários ou de prevenção de tumores.

Os ovários são as duas glândulas sexuais do aparelho reprodutor feminino – uma de cada lado do útero – que liberam o óvulo amadurecido no folículo durante cada ciclo menstrual e produzem hormônios, como o estrogênio e a progesterona, os quais exercem diversas funções no organismo da mulher.

Após a ooforectomia bilateral, a mulher entra na menopausa, pois cessa-se a maior parte da produção hormonal, fundamental para a fertilidade e a manutenção de outras características femininas.

Assim sendo, é fundamental a avaliação detalhada e individual da mulher para a indicação desse procedimento cirúrgico.

Indicações da ooforectomia

A ooforectomia é indicada quando não há outra forma de tratamento para a afecção que está acometendo os ovários. Dependendo do caso, a ooforoplastia é suficiente para resolver o problema.

As principais indicações para a retirada dos ovários são:

Outra preocupação que devemos ter é se a mulher ainda mantém desejo reprodutivo. A depender da idade, outras formas de tratamento devem ser realmente estudadas.

Em suma, a indicação inicialmente depende das características da doença ovariana, levando-se em consideração características e idade da paciente.

Exames prévios

A indicação da ooforectomia depende da suspeita diagnóstica. Para investigar as condições ovarianas da mulher, precisamos conhecer seu histórico e os sintomas que apresenta. A consulta é o momento ideal para isso. Com base nessas informações, podemos solicitar exames específicos:

O procedimento

A ooforectomia é preferencialmente realizada por laparoscopia, entretanto, a depender da suspeita diagnóstica, deve ser realizada por laparotomia, indicada em virtude de ser mais agressiva e apresentar menores índices de sucesso e maiores riscos de complicações.

Na laparotomia, é feito um corte na região abdominal para que o cirurgião consiga acessar os ovários e outras estruturas concomitantes. A direção da incisão depende da extensão da cirurgia e dos órgãos a serem abordados, uma vez que, em algumas situações, a ooforectomia é apenas um passo de um procedimento maior. Por ser mais agressiva, com maior tempo de recuperação, deve ser restrita a condições específicas, quando a via laparoscópica é inviável.

Na laparoscopia, por pequenas incisões abdominais, de no máximo 1 cm, são introduzidos o laparoscópio, ótica com microcâmera que permite a visualização das estruturas abdominais em alta resolução, e outros instrumentos específicos para a realização da cirurgia.

A laparoscopia é uma técnica cirúrgica avançada realizada sob anestesia geral que permite diversos tipos de intervenções sem grandes agressões ao corpo, com menores incisões, menor tempo de internação hospitalar e retomada mais rápida das atividades habituais.

4.5 2 votes
Article Rating
Compartilhar
Se inscrever
Notificação de
14 Comentários
mais antigo
o mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Renata Araújo de Oliveira
1 ano atrás

Olá, boa noite.
Me chamo Renata e fui submetida a uma cirurgia para retirada de um cisto ovariano, isso a 11 anos atrás, quando ainda tinha 15 anos de idade. Devido ao estágio do cisto foi realizada a ooferectomia unilateral, conforme está no meu relatório cirúrgico. Sempre fiz exames para acompanhar. O último exame foi o que me deixou assustada, pois consta uma parte do ovário direito, e eu gostaria de saber se isso é possível.

Dr. Luiz Flávio
1 ano atrás

Olá, querida Renata!

Eventualmente isso é possível em uma condição chamada síndrome do ovário remanescente, a depender da dificuldade na qual foi realizada a primeira cirurgia, pode sobrar um pequeno pedacinho de ovário, ele pode desenvolver-se um pouco podendo formar imagens que são identificadas.

O que deve também levar em consideração é se o que foi visto no exame de ultrassonografia eram mesmo os ovários.

Forte abraço!

Mirian Montanheiro
1 ano atrás

Foi encontrado uma massa de 4cm no meu ovario esquerdo, tenho 55 anos e estou na menopausa. Foi indicado fazer Ooforectomia laparoscópica mas retirar os dois ovarios!!! fiquei preocupada com a questao hormonal, uma vez que já tenho sentido complicacoes da menopausa, com ressecamento vaginal, cabelo ruim, unhas estranhas e muito cansaço.

Dr. Luiz Flávio
1 ano atrás

Olá, querida, Mirian! Normalmente massas ovarias dependem do tamanho e características ultrassonograficas, para se indicar um tratamento. Quando a paciente já está na menopausa tem uma maior liberdade de uma atitude mais radical na retirada do ovário, ao invés da retirada apenas do cisto. Quanto a retirada do ovário contralateral depende de uma série de fatores de riscos para o desenvolvimento de novos canceres e principalmente de um novo cisto ou a característica deste cisto que motivou a cirurgia inicial. Não necessariamente é uma indicação absoluta para a retirada dos dois ovários, se a indicação foi unilateral, isso vai depender… Ler mais »

Tayna Duarte
11 meses atrás

Bom dia! Eu realizei há 20 dias uma cirurgia laparocospica para tratamento da endometriose profunda e houve a necessidade de uma ooforectomia parcial ( ovário esquerdo) isso porquê nossa decisão cirurgica era de preservação da fertilidade. Acontece que apesar da cirurgia ser minimamente invasiva tenho sentido fortes dores, principalmente do lado esquedo, e ontem fiz uma transvaginal e a médica identificou uma massa ou nódulo espesso no ovário esquerdo, e ainda que ele já está aumentado de volume, isso é um motivo para eu me preocupar, apesar das dores estarem comprometendo muito a minha qualidade de vida.
Atenciosamente,

Dr. Luiz Flávio
10 meses atrás
Reply to  Tayna Duarte

Tayna,

é fundamental que você procure o médico que te operou para avaliar a condição pós-operatória, uma vez que ele sabe exatamente as condições e as dificuldades intra-operatórias.

Abraços.

Ana
9 meses atrás

Olá. Eu fui submetida a uma ooforectomia unilateral quando tinha 12 anos, antes da minha primeira menstruação. Hoje tenho 28 anos, e me preocupo se o meu tempo de fertilidade já pode estar chegando ao fim e se eu preciso fazer um check-up hormonal.

Editor
4 meses atrás
Reply to  Ana

Olá Ana,

O recomendado é manter consultas recorrentes com o especialista.

A idade pode sim interferir na infertilidade, mas na maioria dos casos as chances de gravidez diminuem após os 30 anos, principalmente depois dos 35.

Atenciosamente,

Denise Lima
9 meses atrás

Boa noite, Dr. Em 2017, tive um câncer de mama do tipo triplo negativo. Realizei mastectomia na mama esquerda. Por recomendação médica, fiz exame genético e descobri mutação BRCA1. Os médicos que já ouvi indicam a ooforectomia bilateral, contudo tenho muito receio dos efeitos adversos. O que o senhor acha?

Editor
4 meses atrás
Reply to  Denise Lima

Olá Denise,

É necessário uma consulta para analisar e identificar o melhor tratamento para o seu caso.

Atenciosamente,

Carla
9 meses atrás

Boa tarde Dr
Há 40 dias eu fiz uma ooforectomia unilateral por causa de endometrioma de ovário esquerdo. Antes da cirurgia fiz um transvaginal no qual o cisto havia diminuído de 10,5 para 6.9 achei que não ia precisar operar e somente tratar, mas o médico decidiu operar. Não conseguiu remover por laparoscopia então fez uma laparotomia, ocorreu tudo bem na cirurgia e no pós tbm, porém, agora venho sentindo cólicas, é normal ? Desde quando comecei com o nactali ha 5 meses venho tendo escapes e após a cirurgia continuo tendo escapes 🤷🏻‍♀️

Editor
4 meses atrás
Reply to  Carla

Olá Carla,

O tempo de recuperação da laparotomia é longo e desconfortável.

De qualquer forma recomendo que retorne ao especialista.

Atenciosamente,

Leila
4 meses atrás

Olá , eu realizei a lapalarotomia ha 3 dias. Retirei o ovário esquerdo, pois havia um cisto complexo de 10cm. Ocorreu tudo bem, mas essa madrugada começou um sangramento. É normal? Pode ser a menstruação que seria dia 09?

Editor
3 meses atrás
Reply to  Leila

Olá Leila,

É normal após a laparotomia ocorrer sangramentos fora do período menstrual.

Atenciosamente,

Acesse o nosso último post Endometriose x câncer
Pré-agende sua consulta agora! Clique aqui