Menu
Quais são os sintomas de PTGI?

Quais são os sintomas de PTGI?

por Dr. Luíz Flávio Cordeiro

O trato genital inferior feminino é composto por órgãos genitais internos e externos, que têm funções diferentes. Os órgãos internos são vagina, útero, tubas uterinas e ovários. Os externos são a vulva e a vagina (introito vaginal, externamente ao hímen). As doenças que acometem o aparelho genital feminino interno são chamadas de patologias do trato genital inferior, comumente abreviadas por PTGI.

Essas doenças podem representar graves complicações, e a detecção e tratamento são essenciais para a saúde e bem-estar da mulher. O tratamento de muitas dessas doenças se torna mais eficiente com o diagnóstico precoce e, por isso, é importante que mulheres em idade fértil e que tenham vida sexual ativa se consultem regularmente com um ginecologista.

A realização de exames de rotina pode ser eficiente para detectar muitas PTGI, impedindo a evolução do quadro da doença e possibilitando que seu tratamento seja mais eficaz.

Alguns sintomas podem ajudar na detecção da PTGI. Abordarei aqui alguns desses sintomas!

O que é PTGI?

PGTI é a sigla para patologia do trato genital inferior, que engloba doenças que acometem o aparelho genital feminino interno. Essas doenças e infecções podem englobar também as chamadas doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Essas doenças são causadas por microrganismos, e o risco de contraí-las pode ser acentuado por fatores como usar roupas íntimas muito apertadas, má higiene do trato genital inferior e não usar preservativos durante as relações sexuais.

Essas infecções podem comprometer o trato genital, afetando o funcionamento dos órgãos que o compõem e interferindo no bem-estar da paciente. Algumas delas podem apresentar graves complicações, caso do câncer de colo uterino.

Sintomas de PTGI

Os sintomas relacionados à PTGI são variados e podem auxiliar em sua detecção. É recomendável que a paciente procure auxílio médico logo que os primeiros sintomas apareçam, a fim de evitar a evolução do quadro.

Um dos sintomas que pode indicar a PTGI é a dor pélvica, associada à infecção na região. Essa dor pode ser localizada ou acometer todo o trato genital. Outro sintoma que é comumente associado à PTGI é o corrimento vaginal.

Esse corrimento tem cor e cheiro diferente de uma secreção normal, mas ambas tendem a variar de acordo com a causa, podendo ser um indicador da PTGI que está acometendo a mulher.

A coceira também é outro sintoma relacionado à PTGI e, muitas vezes, ocorre acompanhada da vermelhidão na área em que coceira se faz presente.

Algumas mulheres podem sentir dor ou dificuldade para urinar ou durante a relação sexual.

Algumas PTGI também estão associadas a sangramentos e alterações no ciclo menstrual. Em caso de doenças como o HPV, pode também ocorrer o aparecimento de verrugas. Esses sintomas podem variar em intensidade.

Exames e diagnóstico de PTGI

Durante o exame ginecológico de rotina, ao ouvir os sintomas relatados pela paciente, o médico faz perguntas que visam confirmar suas suspeitas de um possível diagnóstico.

A esse momento se segue o exame ginecológico, imprescindível em toda a consulta ginecológica, que visa observar alterações que possam confirmar a suspeita diagnóstica. Então, a partir desse exame, ele deve solicitar exames confirmatórios específicos relacionados com o diagnóstico do qual suspeita.

Alguns desses exames são o papanicolaou, a colposcopia e a cultura de secreção vaginal. O primeiro é um exame realizado em mulheres que tenham iniciado a vida sexual e tem o objetivo de prevenir o câncer de colo do útero e também detectar outras possíveis PTGI.

A colposcopia é um exame ginecológico de rotina realizado no consultório médico e por meio do qual faz-se uma avaliação detalhada do canal vaginal e do colo do útero.

Tratamento de PTGI

O tratamento das PTGI está relacionado ao diagnóstico específico e, consequentemente, às suas causas, bem como aos sintomas apresentados e o estágio de desenvolvimento da doença diagnosticada. Dessa forma, a análise detalhada feita pelo médico serve como base para escolha do tratamento, que deve ser direcionado.

O objetivo do tratamento é eliminar o microrganismo causador da afecção. PTGI causadas por fungos, por exemplo, são comumente tratadas com a administração de medicamentos antifúngicos, como pomadas ou comprimidos. O tempo de utilização dos medicamentos deve ser determinado pelo médico.

Patologias como a HPV, que pode ser causada por uma variedade de vírus, tem como foco o tratamento as lesões apresentadas, que podem ser destruídas com a utilização de substâncias químicas ou lasers e, em casos mais avançados, por meio de técnicas cirúrgicas.

O tratamento do câncer do colo de útero exige uma análise detalhada das características da doença.

As PTGI podem ser prevenidas em alguns casos por meio da manutenção de bons hábitos de higiene e utilização de preservativo durante as relações sexuais.

Nossa preocupação com o tema é grande. Se quiser mais informações sobre PTGI, leia outro conteúdo.

 

Deixe um comentário

  Se inscrever  
Notificação de
Acesse o nosso último post Puerpério e seus sintomas
Pré-agende sua consulta agora! Clique aqui